Notícias

Notícias

quarta-feira, 19 de maio de 20109:7

Ação de combate ao abuso de menores é promovida pela Assistência Social

Alunos e funcionários do CREAS assistem palestra de combate a violência.
Suziane Kohlrausch

Em virtude do Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Criança e o Adolescente, realizada no dia 18 de maio, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), promoveu, na segunda-feira dia 17, uma palestra para as crianças assistidas pelo projeto, tendo como objetivo alertá-las sobre os crimes sexuais cometidos contra menores. O lema da campanha este ano é “Faça bonito. Não fique calado. Denuncie!"

A secretária municipal de Assistência Social e Habitação, Eliane Teresinha Thomaz iniciou a palestra falando sobre os vários tipos de abusos cometidos contra os menores, como, por exemplo, o abuso sexual verbal, exibicionismo, assédio sexual, exploração sexual com fins lucrativos e incesto. Salientou os crimes cometidos pela internet, onde, hoje, é o grande portal para a pedofilia. Outro ponto comentado por ela é o dever do cidadão de denunciar. "Se vocês notarem algo estranho com seu coleguinha devem contar ao professor, amigo ou comunicar a qualquer profissional do CREAS", disse Eliane as crianças.

Logo após, a psicóloga Lenara Ballim salientou que este não é um problema somente das classes pobres, mas sim de toda a sociedade, sendo até mais difícil uma família rica admitir o problema. Ela ainda acrescentou a importância de chamar a atenção da população e do poder público em relação a esse problema gravíssimo que é a violência sexual, sendo nosso dever como sociedade combater essa barbaridade. “A própria família pode estar envolvida no abuso”, disse Lenara, onde a denúncia é importante para o combate. Foi ainda apresentado o documentário “O Conto da Cicatriz”, onde são relatados vários casos de abuso sexual.

Para denunciar qualquer tipo de violência sexual contra a criança e o adolescente é só entrar em contato com o CREAS - 3541-3713; Conselho Tutelar - 35423255 e pelo Disque 100. A denúncia pode ser anônima.


Busca

Últimas notícias RSS das notícias

Editorias